sexta-feira, 21 de outubro de 2011

A polêmica das remoções em Vila Autódromo

Começou dia 19, quarta-feira, o cadastramento dos moradores da Vila Autódromo, em Jacarepaguá, pela Prefeitura do Rio para a remoção da comunidade, visto que esta encontra-se nas proximidades da região em que serão construídos o Parque Olímpico e a rodovia Transcarioca. Diante da urgência do governo em projetar o Rio como cidade atrativa para investimentos e turismo e, em cumprir os acordos com as confederações internacionais de esporte e as especulações imobiliárias, adotou-se a política de demolição de casas pobres.

As remoções na Vila Autódromo ganharam certa visibilidade através da mobilização de movimentos sociais, de relatórios de violação do direito à moradia, de denúncias da ONU e notícias em diferentes meios de comunicação, de pequeno e largo alcance, inclusive internacionalmente. Para amenizar a polêmica da situação e o desgaste da imagem da Prefeitura, no último domingo, dia 16, o Secretário Municipal de Habitação do Rio de Janeiro Jorge Bittar foi à Vila Autódromo apresentar aos moradores o projeto de construção do Residencial Parque Carioca.

Várias pessoas que vivem na comunidade foram ouvir o Secretário e apresentar suas dúvidas, reivindições, protestos e histórias. Havia moradores esperançosos com o novo projeto habitacional, e outros que o rejeitavam. Uma diversidade de opiniões e muitas incertezas. Todos, porém, estavam ali em defesa de um lugar para viverem com dignidade.

O Residencial Parque Carioca será construído com recursos do programa federal "Minha casa, minha vida" a cerca de um quilômetro da Vila Autódromo, com previsão de ser concluído em 2013. O terreno fica na Estrada dos Bandeirantes, próximo ao Projac. De acordo com o Secretário Bittar, conta com uma área de preservação ambiental e uma "área mais baixa em que dá para fazer parque, por churrasqueira, além de espaço para construir escola, posto de saúde, creche e atividade comercial".


Foto de Domingos Peixoto - Agência O Globo
Secretário Municipal de Habitação Jorge Bittar dialoga com moradores da Vila Autódromo

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Aproveitando os recursos naturais

A Fiocruz Mata Atlântica organizou na Colônia Juliano Moreira dois cursos para estimular o uso de energias de fontes renováveis.

Formandos da Oficina de Captação de Energia Solar



Curso de captação de água de chuva